Decoração

Dicas legais sobre cortinas

Por 31 de julho de 2015 Sem comentários

Há quem prefira as persianas pela sua praticidade, mas é fato que a cortina de tecido tem um charme todo especial, afinal de contas, ela é a moldura da decoração. Assim, nada melhor do que ficar atento na hora da sua escolha para evitar erros que prejudiquem o visual da casa. E aí muitas dúvidas podem surgir, como tamanho, altura ou tecido. Por isso resolvemos separar aqui algumas dicas super úteis para facilitar sua vida na hora de escolher uma cortina pra sua casa.

1-cortinas-em camadas-quarto-cinza

foto: Greg Natale

Meça sua janela e confira as medidas. Confira duas vezes pra ter certeza de que não vai errar. O ideal é que a cortina passe nas laterais e na parte superior pelo menos 15cm. Se a parede onde está a cortina não tem nenhum empecilho para que ela vá até o chão, ela deve ir até o piso. Dessa maneira, elas ficam com um acabamento muito mais sofisticado. Você pode escolher que ela acabe logo ao tocar o piso ou que se arraste um pouco, questão de preferência. Isso também pode ter um pouco a ver com o caimento que você deseja, com o tecido usado e até com o uso da cortina. Se a movimentação for muito grande não é prático que ela fique arrastando.

3-cortinas-cortineiro-quarto

foto: Andrew Frost Interiors

Se a cortina não está em um cortineiro embutido ou em um trilho no teto, onde deve ficar o varão?. Em geral, você mede a distância entre o começo do teto e o começo da janela e instala a cortina no meio deste espaço. Mas como nada é regra, há quem ache que, para um teto muito baixo, o melhor mesmo é colocar a cortina o mais alto possível, pois esse truque ajuda a disfarçar a pouca altura teto. Pode acontecer também da distância entre o teto e o início da janela, ou porta, ser muito estreito. Nesse caso, o melhor pode ser colocar a cortina começando no teto para dar um acabamento mais legal.

2-cortina-curta-banheiro-varão

foto: Milieu

Se existe um móvel encostado na parede da janela onde vai ficar a cortina, é preferível que ela não vá até o piso. Deixe que passe apenas uns 15 cm abaixo da janela. Contudo, se houver espaço entre a parede e o móvel, ela pode ir sim até o chão, desde que não fique muito apertado. Lembre-se, ainda, que a cortina não deve ser volumosa demais para o espaço destinado a ela.

4-cortina-geométrica-sala-varão

foto: Elements of Style Interiors, Inc.

Existem inúmeros tecidos para cortinas: o voil, o linho, a seda, a renda, fibras naturais, bambu, algodão, tergal, shantung, entre muitos outros. Quem requer uma manutenção mais fácil pode optar pelos tecidos sintéticos e o voil. Se quiser deixar o ambiente mais imponente, chique e tradicional, pode optar pela seda ou o veludo. A seda pode estragar com o sol, então, é indicado colocar um forro de proteção. Para um ambiente mais despojado, o algodão, fibra ou o bambu são mais indicados.

5-cortina-pesada-sala

foto: Scott Weston Architecture

Nas cortinas para salas os tecidos podem ser mais leves e transparentes como microfibra, voil, seda, renda, cambraia. Cortinas para home theater ou quartos que não tenham veneziana, o ideal é que sejam mais pesadas e escuras para controlar a luminosidade, como as sarjas, crepes e veludos. Existe também, para esses ambientes, o blackout de PVC, que garante 100% de isolamento da claridade. Hoje, no mercado, já exitem alguns tecidos misturados com PVC, dando uma aparência mais leve às cortinas. Você também tem a opção de colocar duas cortinas em trilhos separados e o blackout atrás e na frente um tecido mais leve.

6-cortina-colorida-quarto

foto: Musso Design Group

É interessante optar por cores neutras e leves, como o branco e bege, já que são mais fáceis de combinar com tudo. Dependendo do estilo, fica muito bacana uma cortina escura, desde que componha o ambiente com peças claras também. Vale lembrar que tons muito fortes podem desbotar por conta do sol. Cortinas com estampas florais conferem um ar mais romântico ao ambiente. Lisa ou listrada torna o espaço mais contemporâneo. Lisa com tecido diferenciado ou com estampa gráfica deixa o visual bem mais despojado e moderno.

7-cortina-sala-jantar

foto: Luigi Rosselli Architects

Quando for comprar o tecido, confira se o tecido é pré-lavado. Caso contrário, a cortina pode encolher na lavagem. A frequência de limpeza deve ser de pelo menos uma vez por ano. Quando o ambiente for úmido, a limpeza deve acontecer com mais frequência, devido à proliferação de ácaros. Alguns tecidos podem ser lavados na máquina de lavar, como o voil, tergal, algodão (pré-encolhido!!) e poliéster. Procure seguir a indicação de cada tecido, pois alguns são lavados com sabão em pó, outros com sabão de coco, mas o ideal é nunca centrifugar, para não danificar o tecido. Tecidos mais nobres como seda, linho e algodão puro devem ser lavados por empresas especializadas.

8-cortinas-quarto-mesmo-tamanho

foto: Linda Burkhardt

Repare que tudo depende da situação de cada ambiente, mas uma coisa é clara, se houver mais de uma cortina no ambiente, todas devem ter a mesma altura.

9-cortinas-quarto

foto: Malcolm Duffin Design