DecoraçãoQuarto

Quarto montessoriano: estimule seu filho a desenvolver autonomia de maneira saudável

Por 6 de outubro de 2016 Sem comentários

A Pedagogia Montessoriana foi desenvolvida na primeira década dos anos 1900 por Maria Montessori, primeira médica mulher da Itália. Além de médica, ela era educadora e seu método propunha a criação de um ambiente de aprendizado mais criativo. Seu trabalho enfatizou a importância de se criar um ambiente adequado para o desenvolvimento da criança e capaz de permitir a livre expressão de suas capacidades. Em um ambiente rico e estimulante, a criança torna-se capaz de aprender sozinha por meio de suas próprias experiências, desenvolvendo-se de forma espontânea, criativa e saudável. E isso tudo desde o bebê recém-nascido.

2-quarto-crianca-montessoriano

foto: Hillary Thomas

A proposta de decoração montessoriana defende a ideia de que é preciso tentar fazer com que tudo esteja ao alcance da criança (ou quase tudo) e no seu campo visual, para que ela tenha acesso livre a todos os objetos e para que desenvolva autonomia. Para que essa exploração possa ser feita de forma segura, é bom abusar de materiais que proporcionem segurança aos pequenos, como tapetes fofinhos, protetores de quinas e tomadas.

1-quarto-bebe-montessoriano

foto: Rachel Larraine

1. Recém nascidos e bebês

5-esquema-quarto-bebe-montessoriano

foto: Bloglovin

Para estimular visualmente o bebê, os móbiles pendurados em cima da cama são perfeitos. No início, o recém-nascido não consegue focar coisas que estão muito longe, por isso, o ideal é que o móbile esteja a 30cm do bebê. Além disso, no primeiro mês, o ideal é que o objeto seja preto e branco com diferentes formas e padrões. Mais tarde, podem ser introduzidas outras cores.

7-quarto-bebe-montessoriano

foto: Revista Crescer

No quarto montessoriano, o espelho serve para que a criança possa se conhecer e entender que é uma pessoa diferente da mãe ou do pai. Enquanto ela ainda não engatinha, esse espelho pode ser instalado na horizontal, ao lado da caminha. Mais tarde, pode ficar na vertical, em outra parede. Não se esqueça que, para garantir a segurança dos pequenos, é muito importante que esse espelho seja de acrílico e fique bem fixado à parede.

11-quarto-crianca-montessoriano

foto: Apartment Therapy

E por falar em caminha, o berço não tem lugar em um quarto montessoriano. Substitua-o por um colchão, seja diretamente no chão, em cima de um estrado baixinho ou de até mesmo um tatame. Se o bebê costuma rolar, basta fazer uma proteção em torno do colchão com travesseiros e almofadas. Depois que crescem um pouco, as crianças conseguem ultrapassá-la facilmente, nesse momento, é possível apostar nas camas baixas. Essa ausência do berço aumenta muito a sensação de espaço do ambiente. Portanto, forrar com almofadas a lateral do colchão que fica encostada na parede é mais um cuidado importante para evitar que o bebê tenha contato com a superfície gelada ou que bata alguma parte do corpo na parede dura.

3-quarto-crianca-montessoriano

foto: Sarah Stacey Design

Sabe o famoso trocador na cômoda muito comum nos quartos dos bebês? Pois é, em um cantinho montessoriano não tem nada disso: você deve trocar seu filho na caminha ou até mesmo no chão. Para quem tem um bebê muito agitado isso é ótimo, pois reduz muito o risco dele cair no chão. A dica aqui é forrar bem o chão e mãos à obra!

12-quarto-crianca-montessoriano

foto: Mommo Design

A brincadeira no chão é muito bem aceita nos quartos montessorianos, que devem possuir boa parte do chão coberta com forros, tapetes ou tatames. Esse cuidado é relevante para estimular a experiência sensorial do bebê, além de incentivá-lo a brincar em liberdade, sem o perigo de se machucar. Para completar a brincadeira, os acessórios e brinquedos devem estar todos ao alcance do bebê, sejam eles no chão ou em prateleiras baixinhas, que devem estar bem presas na parede, é claro.

9-quarto-crianca-montessoriano

foto: Oh Happy Play

2. Crianças

6-esquema-quarto-crianca-montessoriano

foto: Bloglovin

Para as crianças maiores muita coisa dos bebês ainda vale. Aqui, podemos abusar de estantes baixas, cadeiras e mesas proporcionais ao seu tamanho e camas baixas, além de quadrinhos na parede e enfeites em geral. Quem se interessa pelo conceito montessoriano deve se perguntar com frequência: “meu filho precisa disso?”. Os pais devem ter em mente que o quarto precisa ser organizado e poucos objetos devem ser oferecidos por vez. Uma dica aqui é fazer um rodízio de brinquedos que ficam ao alcance da criança, conforme o seu interesse.

4-quarto-crianca-montessoriano

foto: Bepop & Lula

10-quarto-crianca-montessoriano

foto: Juju Zozo Kids

E é claro que novamente devemos lembrar que esse ambiente tem de ser pensado de forma que a criança fique segura e livre ao mesmo tempo. Tomadas e objetos pontiagudos devem ficar fora do alcance dos pequenos. O objetivo do quarto montessoriano é promover a autonomia para que a criança cresça com mais independência, mas ainda é preciso monitorá-la com frequência.

8-quarto-crianca-montessoriano

foto: Dawanda

13-quarto-crianca-montessoriano

foto: Pinterest

Se você ainda tem um pouco de dúvida sobre o tema, no youtube, encontramos vários vídeos sobre o assunto. Separamos os três que mais gostamos.



Deixe um comentário

Compartilhe com um amigo