ApartamentoBoas Ideias

Designers eco-conscientes decoram um espaço inteiro utilizando apenas lixo

12 de agosto de 2018

A galera da empresa taiwanesa Miniwiz tem a missão de lidar com a grande disparidade entre sustentabilidade, reciclagem, eco-consciência e a realidade do mercado de arquitetura e interiores, afinal, eles precisam encontrar soluções financeiramente viáveis. E com isso em mente, a empresa transformou internamente um escritório compartilhado de 4.300 metros na House of Trash, uma linda galeria que mostra como os produtos sustentáveis/recicláveis ​​podem criar um interior elegante e contemporâneo. Ao fazer isso, a Miniwiz envia uma mensagem clara de que não há desculpa para não usar materiais reciclados.

1-sala-de-estar-mobilia-encontrada-no-lixo

2-sala-de-estar-mobilia-encontrada-no-lixo

A maioria do lixo foi coletado localmente e foi transformado usando a tecnologia de upcycling da Miniwiz. O Material também foi remanufaturado localmente. Segundo os próprios responsáveis pelo projeto: “não há cola, nenhum material químico tóxico e todo o material utilizado pode ser reciclado várias vezes. Pela primeira vez, sentimos que dominamos nosso ofício e agora estamos nos tornando valiosos para o movimento de tornar nossa sociedade sustentável e circular”.

3-sala-de-estar-mobilia-encontrada-no-lixo

Ao provar que o design de casas de luxo é possível usando produtos sustentáveis, a Miniwiz espera encorajar mais arquitetos e designers a assumirem riscos semelhantes. Embalagens de alimentos, telefones celulares e resíduos de moda são apenas alguns dos itens incorporados à House of Trash, criada em colaboração com a Pentatonic. A startup Homeware Pentatonic vem revolucionando a indústria com seus itens reciclados, como os copos feitos de telas de telefones celulares trincados. Até mesmo a obra de arte do aclamado artista francês de grafite Mode2 foi criada a partir de materiais reciclados.

4-sala-de-estar-mobilia-encontrada-no-lixo

Infelizmente, a House of Trash não é aberta ao público, mas é vista como um centro para profissionais criativos que passam por Milão. A esperança é que isso sirva de inspiração. “Não temos mais desculpas para projetar e fabricar qualquer coisa em que o material não é coletado do lixo”, declara a Miniwiz.

5-sala-de-estar-mobilia-encontrada-no-lixo

6-quarto-de-casal-mobilia-encontrada-no-lixo

7-sala-de-jantar-mobilia-encontrada-no-lixo

8-quarto-de-visita-mobilia-encontrada-no-lixo

9-cozinha-cores-claras-moderna

10-hall-entrada-lustre-garrafas-plasticas

A empresa, sediada em Taiwan, espera que a House of Trash de Milão seja apenas a primeira de muitas, com planos para outras em andamento, como em Nova York e Cingapura.

Visto em: My Modern Met

Deixe um comentário

Compartilhe com um amigo