CasaDecoraçãoSala

Uma sala para jogar videogame

Por 11 de junho de 2013 Sem comentários

Há muito tempo, o videogame deixou de ser só brinquedo de criança para se tornar coisa séria, de gente grande. Depois da popularização da famosa cultura nerd, gostar de videogame deixou de ser um simples hobby e se tornou algo cool! Seja você um nerd-desde-sempre (como aquela que vos escreve) ou um novo-nerd, uma sala agradável, onde você e seus amigos possam jogar seus jogos favoritos, é para lá de legal, não é? Como não se trata de um ambiente qualquer, precisamos tomar cuidados bastante específicos.

A nossa inspiração de hoje traz algumas dicas para você que leva essa brincadeira muito a sério. O projeto de sala que criamos traz conceitos de decoração e arquitetura legais para os amantes dos games.

sala-video-game-1

Em primeiro lugar, é preciso um bom equipamento eletrônico para tornar a experiência do jogo mais real possível. Uma boa TV e um home theater são quase tão importantes quanto um sofá. Mas calma, falaremos do sofá mais tarde, primeiro a TV.

Quanto maior a tela da TV melhor, não é? Não. Não adianta nada comprar uma TV enorme e não ter espaço para aproveitá-la. Sabe aquela sensação ruim que nós temos quando sentamos muito perto da tela no cinema? Então, você não quer transformar sua sala em um eterno gargarejo!

O pequeno esquema a seguir, montado pelo site Magazine Luiza, ajuda demais na escolha da sua TV:

tamanho-sala-e-tv

Se o seu ambiente é muito pequeno, a dica é tentar conseguir algum espaço com suportes de parede para a TV, pois, assim, você pode ganhar alguns preciosos centímetros, que farão toda a diferença para sua experiência. Quanto à resolução, os especialistas recomendam que quanto menor a distância entre a tela e o sofá, maior tem que ser a resolução, para que você consiga ver uma boa imagem.

Já a escolha do home-theater é um pouco mais complicada e nós sugerimos que você converse bastante com o vendedor ou com o técnico, para que fique seguro com a escolha para a sua sala. Mas vale lembrar que alguns receivers possuem um microfone embutido e um sensor interno, que analisam as condições acústicas da sala e fazem a regulagem das distâncias adequadas entre as caixas e a posição de audição, automaticamente, o que pode ajudar bastante.

sala-video-game-2

É óbvio que o sofá precisa ser bem confortável, mas uma coisa que faz toda diferença, agora, em épocas de Kinect e Nintendo Wii, é que o sofá seja leve. Se for modulado, melhor ainda. Poder tirar o sofá da sala ou arrastá-lo com facilidade para jogar esses jogos onde o corpo é o controle virou necessidade. Já há vários modelos de sofás com essas características no mercado.

O tapete, aqui, ajuda muito na hora de receber visitas. Ele permite que seus amigos possam se sentar no chão. Algumas almofadas também são indispensáveis. Então, é só tirar os sapatos e aproveitar uma confortável noitada de jogos.

sala-video-game-3

Depois de listados todos os itens de primeira necessidade, vamos aos que dão personalidade à sua sala. E é aí que a gente pode mergulhar de cabeça na cultura nerd da qual falamos. Essa sala é o lugar para você expor coleções, action figures, jogos, revistas, livros, enfim, o que você tiver ou gostar. As estantes e prateleiras cumprem esse papel com maestria.

Além disso, se você é um amante de games de verdade, possui, sem dúvida, mais de um videogame. A grande questão é que alguns já se tornaram artigos de colecionador e não são ligados pra valer com muita frequência. Então, por que não os colocar à mostra como no projeto acima?

sala-video-game-4

Ao contrário dos expositores, no rack, as gavetas servem para guardar tudo o que pode virar bagunça. Cabos, controles, jogos, caixinhas, cd’s, manuais… Quanto mais gavetas, melhor!

E se você já tem uma sala de games legal e bem decorada, mande algumas fotos para gente!

Projeto por Limão n’água

Compartilhe com um amigo