CasaDecoraçãoMobiliário

Móveis planejados ou móveis modulados? Vantagens, desvantagens e dicas

Por 19 de setembro de 2013 Um comentário

Já mostramos aqui no blog dezenas de vezes ambientes com móveis planejados. Em espaços pequenos então, nem se fala! Já estamos carecas de saber as vantagens dos móveis planejados e também, é claro, as desvantagens ($$$). Mas e os móveis modulados que nós vemos nas lojas? Até onde eles podem ser vantajosos? Vamos entender as diferenças entre os planejados e modulados para entendermos as vantagens e desvantagens de cada um.

Os móveis modulados têm como principal característica a versatilidade. É possível escolher o número de módulos, seus formatos, a disposição interna das prateleiras, o modelo das portas e até os puxadores, o que os torna perfeitamente adaptáveis a quase qualquer tamanho de ambiente. Porém, como os módulos têm um tamanho pré-estabelecido, pode ser que não encaixem com a perfeição em seu ambiente, como é o caso de uma cozinha planejada por um profissional, por exemplo. No entanto, os modulados nos dão a opção de montar infinitas opções com as peças disponíveis.

móveis modulados 1

Modulado – foto: Ikea – Pax Closets

Como os módulos são independentes, você tem bastante liberdade. Isso quer dizer que a empresa moveleira cria uma série de produtos para que o projetista, ou você mesmo, componha os módulos da melhor maneira possível de acordo com as necessidades do cliente.

Além de versáteis, os modulados são mais baratos do que móveis planejados. Em alguns casos, são consideravelmente mais baratos. Padrões e tamanhos bem estabelecidos possibilitam a produção em massa. Por isso o produto final é mais barato do que os móveis planejados. Agora fica mais fácil entender porque os modulados são muito comuns na produção de móveis populares, por exemplo, principalmente para cozinhas.

A grande desvantagem é que os modulados nem sempre atendem a todas as necessidades dos clientes, pois há algumas limitações. O modulado precisa se adaptar a limitações de tamanho pré-estabelecidas e, normalmente, há menos opçoes de acabamento e cores. Só que isso está mudando! E que bom que está!

móveis modulados 2

Modulado – foto: Remodelista

Por isso vale lembrar algumas dicas antes de começar o planejamento dos armários:

1. É muito importante tirar as medidas de seu ambiente com exatidão. Considere as posições de janelas, portas, pontos de tomada e interruptores. Na cozinha, lembre-se das posições da pia, torneira e ponto de gás. Procure saber por onde passam as tubulações de água e gás, para que os canos não sejam afetados durante as instalações na parede.

móveis modulados 5

Modulado – foto: Container Store por Amy A. Alper

2. Tire as medidas dos eletrodomésticos e alguns eletroportáteis, como TV ou micro-ondas, que ficarão no seu ambiente. Se está trocando algum deles, ou todos, escolha o eletrodoméstico em primeiro lugar e depois, com suas medidas em mãos, planeje a compra dos armários.

móveis modulados 6

Modulado – foto: Meu Móvel de Madeira

3. Considere suas necessidades, como utensílios de cozinha para guardar, roupas e ou sapatos. Alguns fabricantes oferecem gavetas profundas, que facilitam muito na hora de você organizar suas coisas, além de complementar o seu kit de armários.

móveis modulados 7

Modulado – foto: Pozelar

4. Escolha o tipo de material dos móveis modulares. Existe uma variedade de materiais e revestimentos disponíveis para todos os gostos e bolsos, sendo que os principais são: o MDF, o MDP, as lâminas de madeira com acabamento fosco ou brilhante, o revestimento melamínico (a famosa fórmica) e as placas de aço inox. As placas de inox, pela alta durabilidade, facilidade de limpeza e baixa manutenção manutenção, são as mais recomendados para quem busca móveis modulares para cozinha.

móveis modulados 8

Modulado – foto: Lojas KD

5. Em um armário, a parte mais que dá mais defeitos é a dobradiça. Elas emperram ou arrebentam, fazendo com que a porta nunca se feche totalmente ou caia de uma vez. Dê preferência a armários com dobradiças de qualidade, que permitam regulagem e que não deixem frestas. A corrediça das gavetas também merece atenção, pois é a segunda parte que apresenta ais defeitos. Acho até que a gente passa mais raiva quando uma gaveta não corre direito do que quando um porta cai. Por isso, atenção às ferragens!

móveis modulados 9

Modulado – foto: Closet Maid

6. Os móveis modulados mais modernos apresentam pés com sapatas reguláveis, que se adaptam ao menor desnível do piso. Dê preferência a esses modelos, pois evitam que seu armário fique torto no ambiente.

móveis modulados 4

Modulado – foto: Nicioli

Algumas lojas online dão várias dicas de como medir e escolher os módulos para montar seu ambiente.

Já os móveis planejados são produzidos de maneira mais personalizadas. Eles se ajustam perfeitamente aos ambientes e costumam ocupar 100% do espaço, sem necessidades de cortes e acabamentos. Nada de vãos e espaço sobrando. A vantagem é adaptar o móvel de acordo com as características do ambiente, assim como às necessidades do cliente. Além disso, as opções de acabamento são enormes! A desvantagem fica para a fábrica que precisa de um maior preparo na produção de cada móvel, o que encarece muito o projeto. Se o orçamento estiver muito apertado e a fugir do planejado não está em seus planos, você pode optar por contratar um marceneiro de confiança, que pode executar o projeta a custos menores do que de uma loja especializada.

móveis planejados 1

Planejado – foto: Todeschini

Porém, verdade seja dita, algumas lojas de móveis planejados trabalham, sim, com módulos! O que normalmente é feito é que, depois que “encaixam” os módulos no seu ambiente, eles fazem o fechamento de vãos e espacinhos que sobram, quando necessário. Este não é o caso quando você faz o projeto do seu ambiente tim tim por tim tim e coloca um marceneiro para executar o projeto. Aqui não tem módulo nenhum. É exatamente o desenho, nas medidas certas. Normalmente, o preço dos marceneiros é um intermediário: está entre o preço do planejado e o preço do modulado.

móveis planejados 3

Planejado – foto: Linea Mobili

Enfim, a dica principal e óbvia é: se você não quer ter trabalho, vá de planejado; se não se importa em ter um pouco de trabalho, vá ao marceneiro; mas, se você quer pagar mais barato, vá de modulado. Já vi exemplos de modulados que ficaram lindos e super bem aproveitados nos espaços, que pareciam planejados mesmo!

móveis planejados 2

Planejado – foto: Todeschini

móveis planejados 4

Planejado – foto: Florense por Patricia Pasquini

Independente das suas demandas e restrições é sempre válido fazer orçamento com um marceneiro. Muita gente se esquece desta opção. Um bom profissional executará um projeto legal e você conseguirá ocupar cada cantinho da sua cozinha, quarto e banheiro. O que não seria possível com modulados! Porém, um profissional ruim pode acabar com tudo isso. O ideal é sempre você buscar por referências e recomendações.

  • Rafael

    e para se conquistar um bom projeto, minha dica é de que procure um profissional para elaborar tal projeto e expressar suas necessidades.. arquitetos, designers e decoradores!!!
    Rafael Cassânego Orso, arquiteto proprietário da #Houss Ambientes, Cascavel, Paraná
    rafael@houss.com.br – 45 3306.7588

Compartilhe com um amigo