Decoração

Dicas de como utilizar quadros e fotografias na decoração

Por 30 de julho de 2014 Sem comentários

Quando pensamos em dar mais vida e personalidade a algum ambiente da nossa casa, acho que uma das primeiras coisas que vem à cabeça são os quadros. São fáceis e práticos, não demandam nenhuma mudança significativa e fazem uma diferença E-N-O-R-M-E! Sejam eles pinturas, fotografias, gravuras ou até mesmo pôsteres, não importa.

Contudo, há quem encontre um certo desafio na hora de decidir o local em que eles serão colocados, o posicionamento, a altura, isso sem falar nas molduras, que também podem se tornar fonte de alguns questionamentos. Sabendo disso, resolvemos reunir algumas dicas a fim de sanar algumas dessas dúvidas.

Existe uma infinidade de tipos de quadros e obras interessantes, de todos os estilos, do mais clássico ao mais moderno. Por isso, é necessário um pouco de cuidado na hora de compor o quadro com o ambiente, ou melhor, o ambiente com os quadros.

Dependendo do quadro, do desenho ou até da moldura, a harmonia pode ser quebrada. Assim, para fazer bom uso desses elementos, é preciso observar alguns itens como altura, proporção, tipos, tamanho de parede e etc. Então, organizamos algumas composições de quadros que servirão de base para nos ajudar em algumas das dúvidas mais comuns na hora de colocar quadros em sua parede.

Uma dica legal é procurar criar um equilíbrio entre as obras, seja pelas cores, pelo tamanho ou pelo estilo, nada muito rígido, entretanto. Algumas vezes, compramos a composição dos quadros já pronta, mas sinta-se à vontade para montar uma composição que faça sentido para você. Vale lembrar que quanto mais peças você escolher para uma composição, mais de trabalho terá para chegar a um denominador comum. Portanto, tenha calma e paciência.

quadros cabeceira cama

composição 1: alinhamento com a cabeceira da cama

Outra dica legal para organizar seus quadros em um determinado lugar é o alinhamento. Tente usar alguma lógica, seja alinhá-los com o móvel, alinhá-los por cima, alinhá-los por baixo, enfim, tente organizá-los de maneira que faça algum sentido para você.

quadros mesa jantar

composição 2: centralizados na mesa ou em outro móvel

De modo geral, os quadros devem ficar a uma altura padrão de 1,60m (altura medida do centro da peça até o chão). Essa altura permite que pessoas baixas (eu!) e altas tenham uma boa visualização das obras. Uma boa referência para a altura máxima das obras é o batente da porta.

Em linhas gerais, um quadro acima do sofá deve ser colocado entre 25cm e 30cm acima deste. Para a cabeceira da cama a mesma coisa. Vale lembrar que composições acima de camas pedem quadros maiores ou composições que ocupem um espaço considerável.

quadros mesa

composição 3: quadros alinhados à esquerda e vaso à direita

Quando tratamos de proporção, a dica é simples: paredes grandes pedem grandes quadros, as menores, quadros menores. Vá colocando os quadros seguindo o bom senso e tenha cuidado redobrado em ambientes pequenos, onde é muito mais fácil pecar pelo excesso de informação. Uma dica boa é, antes de pendurar os quadros na parede, fazer a composição que você imagina no chão. Assim, dá para ter uma ideia de como vai ficar, sem correr o risco de furar a parede desnecessariamente.

quadros sofá

composição 4: quadros alinhados com o sofá

Já para as molduras, acho que a escolha é um pouco mais livre. Não há muito critério para as molduras, mas por questão de gosto, sempre optei pelas mais simples, lisas mesmo, variando um pouco na espessura. Dessa maneira, a moldura cumpre o seu papel de moldura, ficando em segundo plano e dando o devido destaque à obra proposta. Contudo, quadros mais clássicos e trabalhados pedem molduras mais trabalhadas.

Separamos algumas imagens com composições um pouco mais ousadas para você se inspirar, que mostram que as possibilidades são realmente infinitas!

composição quadros 1

foto: 2 Scale Architects

composição quadros 2

foto: Ninainvorm

composição quadros 3

foto: Andrea Schumacher Interiors

composição quadros 4

foto: Houzz

composição quadros 5

foto: Schappacher White

Essas imagens nos mostram que a mistura de várias obras pode dar muito certo. No entanto, quando a gente vai se arriscar a fazer um composição de quadros em casa, sem ajuda de profissionais, as alternativas mais fáceis de acertar são as fotografias, gravuras e pôsteres, além de pesarem bem menos no bolso!

As fotografias e pôsteres ainda têm a vantagem de imprimir de maneira mais clara a sua personalidade no espaço. Fotografias de lugares ou momentos importantes conseguem dizer muito mais do que muita obra de arte convencional. Pôsteres de filmes, desenhos ou seriados de TV também conseguem explanar sobre a sua personalidade de um jeito muito fácil e literal. Conhece a frase “para bom entendedor meia palavra basta”? Pois é, as fotos e pôsteres são assim. Mas acalmem-se, não me entendam errado, pois não estou de maneira alguma desmerecendo o trabalho de um artista óleo sobre tela, aquarela, ou qualquer que seja o material. Só quero defender o lado das minha arte favorita: a fotografia.

Se o seu espaço já estiver pronto, com móveis e afins, as fotografias levam vantagem sobre as obras de arte, já que ficam bem em qualquer ambiente, do clássico ao moderno, sem que a gente precise quebrar muito a cabeça. Elas realmente cabem em qualquer tipo de decoração.

Quadros na parede são muito valorizados com iluminação específica. É surpreendente! No entanto, é preciso tomar cuidado com o material do quadro, pois cada um exige um tipo de iluminação, pois o calor de determinadas lâmpadas pode danificar sua obra, principalmente óleo sobre tela.

Na hora da limpeza, as fotografias, gravuras e pôsteres são mais vantajosos, uma vez que um paninho qualquer já tira a poeira de vidros e molduras. As telas a óleo pedem limpeza cuidadosa, duas vezes ou mais ao ano, caso fiquem expostas à poeira. Produtos químicos, aspiradores de pó, ventiladores e aparelhos de ar-condicionado podem danificar a pintura.

E por falar em vidro, o vidro anti-reflexo é o mais adequado para ser utilizado em figuras e imagens impressas em papel, pois não comprometem a figura e nem transformam o quadro em um espelho, além de ajudar a proteger a obra.

Para não ficarmos só no blá blá blá, resolvemos fazer o teste. Pegamos ambientes já conhecidos aqui do blog e fizemos um teste com e sem quadros, para termos uma ideia melhor do impacto que eles têm nos ambientes.

com e sem quadros

com e sem quadros-2

sala com e sem quadros

Não sei vocês, mas não dá uma sensação de que falta algo nas fotos da direita?

E pra gente não dar ponto sem nó nessa história toda, nada mais justo que falar da galeria de fotos online, a Photolove. Ela é basicamente um espaço muito bacana, especializado em fotografia autoral e com qualidade muito boa. Para aqueles interessados no assunto, a Photolove é um lugar onde é possível encontrar fotografias fine art por um valor muito justo. A galeria possui um acervo de mais de 300 fotografias, com grande variedade de temas, estilos e formatos. A fotógrafa e dona da galeria é a Mariana Fogaça.

Nas comparações acima, usamos as seguintes fotografias da Photolove em nossos quadros:

fotos-quadros-01

1. La Tour – 2. Flores PB VII – 3. Metro Paris – 4. Orleans II

fotos-quadros-02

4. Flores XXVI – 5. Under the Bridge PB IV – 6. Taragona

No site da Mariana, ainda há um serviço de Visualização Virtual, que serve para ajudá-lo na escolha do tamanho ou composição das fotografias. Esse é um serviço muito conveniente para resolver um montão de dúvidas.

O serviço insere as obras da Photolove que você gostou em uma imagem de um ambiente da sua casa. Assim, é possível prever como ficaria um quadro com determinada fotografia em sua sala, por exemplo. As fotografias são inseridas em escala e você também receberá uma sugestão de composição das imagens!

Na página do serviço você pode ver direitinho como as coisas funcionam. Todas as instruções de como proceder, de como tirar a foto do seu ambiente e etc estão lá. Achei isso sensacional! Na aba Fotografias, a fotógrafa ainda dá sugestões de quais fotos vão bem em quais ambientes. Você encontra, ainda, dicas de como e onde as fotografias podem ser utilizadas, além de dicas de como emoldurá-las.

photolove1

E para finalizarmos bem, a Mariana deu pra gente uma foto pra sortear aqui no blog! 🙂

fotografia-paris-in-the-morning-

É a foto “Paris in the morning” no tamanho de 50 x 50cm. Para participar do sorteio basta se inscrever em nossa lista de emails para receber novidades e boa sorte! Inscreva-se aqui. No dia 18 de agosto, sortearemos entre os inscritos nossa newsletter. O ganhador será notificado por email.

Compartilhe com um amigo